terça-feira, 30 de setembro de 2014

A Segunda Pele da Acácia Mimosa [Divulgação]

Ana Gil Campos nascida em Braga, é formada em Engenharia Biomédica, mas desde cedo percebeu que a escrita era algo que adorava. Foi no passado dia 19 de Setembro que a Chiado Editora lançou o seu primeiro romance "A Segunda Pele da Acácia Mimosa", encontrando-se igualmente publicado no Brasil, pelas editoras Livraria Cultura e Livraria Saraiva. A escritora que divide o seu tempo entre o Porto e São Paulo, colaborou inclusive com a Revista Exame e jornal Expresso. 

Sinopse: "Sara, uma mulher determinada e ambiciosa, no pico da sua carreira como arquitecta sente um grande vazio interior, uma frustração que a consome apesar de ter uma vida aparentemente perfeita. Assim, desloca-se perturbada a Vieira do Minho, a sua terra natal no norte de Portugal, para procurar ajuda da única pessoa que a pode ajudar, a sua alma gémea. A Sara quer desaparecer da sua vida sem que ninguém perceba! De regresso a Lisboa, vê-se nos meandros da maçonaria feminina onde ser apercebe, em pânico, estar envolvida num caso de corrupção com uma ministra do governo português. O seu casamento também se encontra em crise pois vive de aparências. O casal vive como dois estranhos dentro de casa, completamente desligados um do outro, onde a tensão é constante. O pedro, o seu marido que também é arquitecto, aceita o compromisso de trabalhar em São Paulo e faz-lhe um ultimato: ou vai viver com ele para o Brasil ou o casamento está definitivamente terminado. Desesperada e sem saber o que fazer relativamente à maçonaria, ao seu envolvimento no caso de corrupção e ao próprio casamento, resolve fugir para Barcelona, onde se refugia na casa do seu amigo Barden, alto membro da maçonaria espanhola. Durante estas semanas em Barcelona vai descobrir o verdadeiro segredo maçónico e tomar as decisões mais importantes e determinantes da sua vida."


Mais informações: No blogue da escritora ou da sua Página do Facebook.

Book trailer:


video

domingo, 28 de setembro de 2014

Insurgente [Opinião]


Nome: “Insurgente”

Autora: Veronica Roth

Nº de Páginas: 376

Editora: Porto Editora

Sinopse: “A tua escolha pode transformar-te - ou destruir-te. Mas qualquer escolha implica consequências, e à medida que as várias fações começam a insurgir-se, Tris Prior precisa de continuar a lutar pelos que ama - e por ela própria.
O dia da iniciação de Tris devia ter sido marcado pela celebração com a fação escolhida. No entanto, o dia termina da pior forma possível. À medida que o conflito entre as diferentes fações e as ideologias de cada uma se agita, a guerra parece ser inevitável. Escolher é cada vez mais incontornável... e fatal.
Transformada pelas próprias decisões mas ainda assombrada pela dor e pela culpa, Tris terá de aceitar em pleno o seu estatuto de Divergente, mesmo que não compreenda completamente o que poderá vir a perder.
A muito esperada continuação da saga Divergente volta a impressionar os fãs, com um enredo pleno de reviravoltas, romance e desilusões amorosas, e uma maravilhosa reflexão sobre a natureza humana.”

Opinião: Veronica Roth estudou Escrita Criativa na Northwestern University, onde escreveu a sua primeira obra “Divergente”, que foi considerada, em 2011, pelos seus leitores como sendo o melhor livro do ano, através Goodreads Choice Award. Em 2012 foi eleita a melhor escritora, tal como “Insurgente” foi considerado o melhor livro de fantasia para jovens-adultos pela mesma entidade.

Em “Insurgente”, continuação da trilogia distópica de Roth, somos apresentados a uma sociedade em guerra, em que as facções se encontram em polvoroso, e enquanto isso Tris tenta encontrar o seu caminho e a sua posição no mundo que a rodeia.

Após ter ficado completamente rendida a “Divergente”, que me fez ler o livro em poucas horas, foi com enorme expectativa que embrenhei neste volume. Contudo, tenho de admitir, desde já, que não me agradou tanto quanto o outro. É, sem dúvida, um livro repleto de acção, adrenalina e suspense, onde são poucos os momentos mortos, mas pessoalmente senti que não aconteceu nada realmente de importante. Compreendemos que as facções se encontram em guerra e todos os problemas que isso irá desencadear nos mesmos e naqueles que não têm facção, porém pareceu-me que muito é dito e lançado, mas pouco acontece, se é que me faço entender.

No que concerne ao par romântico, Four e Tris penso que neste volume a sua relação foi deixada mais de parte, para dar um maior relevo à guerra das facções, o que será considerado um aspecto positivo para aquelas pessoas que não gostam de obras com muitas cenas românticas, mas que eu pessoalmente senti falta.

Numa escrita simples, directa e repleta de acção, Veronica Roth apresenta-nos uma continuação de Divergente, que a mim, pessoalmente, não me preencheu completamente as medidas, nem me trouxe muitas novidades, mas que ainda assim consegue prender e entreter, devido às cenas repletas de adrenalina, suspense e ao seu final realmente surpreendente, que nos deixa expectantes por futuros desenvolvimentos. Embora tenha lido, sem querer, um enorme spoiler relativo ao último volume da trilogia, que receio que poderá influenciar a forma como irei apreciar a obra, espero conseguir ler o final num futuro próximo.

Frases a Reter: “Mas lembre-se, já agora, que por vezes as pessoas que oprimimos tornam-se mais poderosas do que nós gostaríamos.” 


Avaliação: 3/5 (Gostei!)

Outras obras da autora, com opinião no blogue:

sábado, 27 de setembro de 2014

Frases Mágicas (44)


Emma Watson num discurso por uma campanha das Nações Unidas, HeForShe, que tinha como objectivo acabar com a desigualdade entre géneros. O discurso completo posteriormente:

TAG "Aniversário em Livros" [TAG]

Boa tarde a todos :)

Hoje trago-vos mais uma TAG, desta vez a TAG “Aniversário em Livros”, que encontrei esta TAG no blogue Chaise Longue e que  foi criada pela thebooklover.

1 - Começando na primeira prateleira da tua estante, conta (da esquerda para a direita) o número de livros equivalente ao número do dia do teu aniversário. De seguida, conta a partir desse livro (no sentido inverso ao da primeira contagem) o número de livros equivalente ao número do mês em que fazes anosQue livro foi o seleccionado?


Eu faço anos a 29 de Setembro e o livro seleccionado foi “Os Dilemas do Assassino” de Robin Hobb, que é um livro que aguardo com uma alguma expectativa. Como sabem Robin Hobb é uma das minhas escritoras de eleição, mas ainda não tive oportunidade para ler a sua segunda saga, que dá a continuação às peripécias de Fitz. Espero que seja num futuro próximo. :)

2 - Se pudesses comemorar o teu aniversário na companhia de uma personagem literária fictícia, quem escolherias e porquê?


Esta foi uma pergunta algo difícil para mim de responder, mas penso que gostava de passar com o Tyrion de As Crónicas do Gelo do Fogo, pela sua inteligência, humor e vivacidade. Tenho a certeza que seria um dia bem passado. :P

3 - Percorre a tua estante e tenta descobrir um livro cuja acção decorra na mesma estação do ano na qual tenhas nascido.


Eu nasci no Outono e ao desfolhar "O Segredo da Casa de Riverton" de Kate Morton percebi que parte da narrativa se passa nesta estação. Não me recordo de nenhum livro que se passe na íntegra no Outono, pelo que é o único livro que consigo eleger.

4 - De entre os livros que tens nas tuas prateleiras, escolhe um cuja cor predominante na capa seja a mesma cor da tua 'birthstone' (pedra preciosa associada ao teu mês de nascimento).


A pedra preciosa do mês de Setembro é a safira, pelo que elegi um livro da cor azul, “Os Filhos de Anansi” de Neil Gaiman.

5 - Há alguma série/saga que tenha o mesmo número de livros que o número de anos que tens? Se sim, qual? (Neste caso, pode ser uma série/saga que tenhas ou não)

Que eu tenha conhecimento não.


6 - De todos os livros que tens na estante, se pudesses escolher um livro cujo o enredo se desenrole num país/ período histórico/ universo alternativo no qual gostasses de ter nascido, qual seria esse livro?


Tive igualmente um pouco de dificuldade em responder a esta pergunta, mas acabei por escolher a série Bridgerton, pois aprecio muito o mundo, a época onde se desenrola e as personagens. A falar nesta série estou cheia de vontade de ler o seguinte volume, que já se encontra traduzido para português.


Bom resto de semana e boas leituras.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Desculpe Sr. Nobel [Divulgação - Saída de Emergência]



A Saída de Emergência tem o prazer de convidar todos os interessados para o lançamento da mais recente obra da escritora Maria Helena Ventura, "Desculpe Sr. Nobel", no próximo dia 29 de Setembro, pelas 18h, em Cascais. Neste lançamento terão a possibilidade de adquirir a obra autografada, trocar algumas palavras com a escritora e ainda conhecer a Casa de Santa Maria.

Sinopse: "Uma história de traição e perda, mas também de esperança por um recomeço onde menos se esperava 
Joana Cabral Cid, jornalista e investigadora forense, viaja até Estocolmo quando a Academia Sueca se prepara para anunciar o vencedor do Nobel da Literatura. O motivo: tentar descobrir quem matou Thomas Moonland, o grande candidato ao cobiçado prémio.
Depois de se encontrar com a psicóloga criminal Klara Drottning, que investiga o estranho homicídio, Joana vê-se envolvida numa investigação paralela e privada. Rapidamente mergulha num clima de insegurança que contraria a imagem idílica que sempre tivera de Estocolmo.
Ainda fragilizada pelo fim da única relação séria da sua vida, Joana procura um colega que conhecera na capital sueca, Kendryck O´Brien. Precisa desse apoio para diluir o medo que sente pela sua vida e, quem sabe, descobrir a teia de conspiração por trás do homicídio.
Mas quando ninguém é quem parece ser, e tão longe da segurança a que se habituou em Portugal, Joana mergulha numa espiral de traição e perda, mas também de esperança por um recomeço onde menos se esperava."

Sobre a autora: "Maria Helena Ventura nasce em Coimbra onde envereda por Germânicas. Já em Lisboa trabalha em Relações Públicas e Jornalismo. Sempre à procura de uma especialização em Sociologia dos Media, conclui o Curso Superior de Jornalismo. Acaba por fazer mestrado em Sociologia da Cultura e por publicar trabalhos na área da Educação. Passa ainda pela Docência, Investigação, enquanto se dedica ao género literário da sua preferência? Poesia. O primeiro romance, com o drama do povo timorense por pano de fundo, é muito bem acolhido. De tal modo que se converte em estímulo para ensaiar outras ficções com diferentes preocupações sociais até se deter no Romance Histórico. Tem publicados sete livros de Poesia e seis romances. Apesar de colaborar ainda num órgão da imprensa regional, ocasionalmente com crítica de arte, de fazer traduções e de ser consultora editorial de uma agência de Design e Comunicação, a escrita é hoje a sua prioridade."

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Roleta Russa [Divulgação]

Miguel Castro lançou a sua obra "Roleta Russa", através da Chiado Editora, em Julho do presente ano. Nesta obra apresenta-nos uma história verídica, vivenciada pelo próprio escritor, sobre os erros médicos e respectivas consequências. Uma obra que tem tido uma aceitabilidade boa por parte do público e que fica seguramente debaixo de olho. 

Sinopse: "Imaginem o seguinte cenário: um homem pensa que está a ter um enfarte e vai a um Serviço de Urgências de um hospital. O médico de serviço manda fazer um electrocardiograma (ECG). Analisa-o e descansa o doente dizendo-lhe que não tem nada no coração. Cinco horas mais tarde, dá-lhe alta com um diagnóstico de: pré-diabético, pedras nos rins e uma virose no coração. Manda-o para casa com um antibiótico. A pessoa confiou no diagnóstico e esperou que o tratamento fizesse efeito. Ao fim de oito dias, como nada resultava e o sofrimento mantinha-se, foi a outra consulta para pedir uma segunda opinião, dia em que, coincidentemente, os sintomas do que parecia ser um enfarte estavam de volta. Depois de feitos os exames confirmou-se a existência de outro enfarte e foi internado nos cuidados intensivos de outro hospital. Seis dias depois, foi transferido para o hospital onde tinham cometido o Erro Médico inicial e foi operado o coração onde lhe foram postos 4 "bypasses". Três meses a seguir à operação, teve 3.º enfarte. Eventualmente, foi obrigado a deixar um trabalho que adorava, já para não falar das outras consequências físicas.
Este cenário, que acima descrevi, é verdadeiro e passou-se comigo."



Mais informações: Na Página do Facebook da obra.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Grémio Dramático Povoense [Divulgação]

O Grémio Dramático Povoense, que se encontra sediado na Póvoa de Santa Iria, encontra-se a realizar o 1º Concurso de Contos, "Literatura no Grémio".

Este concurso tem como principal intuito divulgar a escrita e a leitura em português e os interessados poderão participar neste concurso enviando o seu conto com 10 a 15 páginas, sendo o prémio a publicação dos 5 melhores contos, através da editora Coisas de Ler e os três primeiros vencedores terão igualmente a possibilidade de receber obras literárias.

O concurso "Literatura no Grémio" decorre até ao dia 31 de Outubro e poderão encontrar o regulamento do mesmo no seguinte link ou através do site do Grémio.

Plano de Compras (Actualização Julho e Agosto)



Encontrei esta ideia no blogue da Cata, Páginas Encadernadas e foi originalmente criada pelo Nuno do blogue Página a Página

Nos passados meses de Julho e Agosto não contei com qualquer compra, o que é positivo, pois tenho lido muito pouco nos últimos tempos, o que ajuda a que o plano se mantenha positivo e que a lista de livros por ler não cresça tanto.



Compras: 9

Valor Gasto: €81.76


Livros Recebidos: 1

Valor Poupado: 15.21


Livros Ganhos: 9

Valor Poupado: 143.82


Livros Emprestados: 10

Valor Poupado: €173.41

Poupei em 2014= €283.89

De modo a organizar melhor o Plano, para saber em que meses a poupança correu melhor ou pior, decidi construir uma tabela, que vi no blogue da Cata, Páginas Encadernadas, e no blogue da Catarina Little House of Books, que foi a detentora da ideia.


Gasto Mensal Poupança Mensal Total Gastos 2014 Total Poupança 2014
Janeiro 0 127,55 0 127,55
Fevereiro 43,45 96,84 43,45 180,94
Março 33,31 92,84 76,76 273,78
Abril 0 15,21 76,76 288,89
Maio 0 0 76,76 288,89
Junho 5 0 81,76 283,89
Julho 0 0 81,76 283,89
Agosto 0 0 81,76 283,89
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro

Boa sorte para o restante plano para quem se encontra a participar. Beijinhos e boas leituras.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

TAG "A Tua Vida em Livros" [TAG]

TAG “A Tua Vida em Livros”

Boa tarde a todos,

Novamente o Magia esteve parado durante bastante tempo, durante um mês, devido a férias que passei fora de casa, sem quase qualquer acesso à internet. Hoje quebro esta longa ausência com uma TAG, que espero que seja do vosso agrado, e que marca o meu retorno às lides de blogger. Não sei se conseguirei manter as publicações recorrentes, que mantinha em anos anteriores, em que saía uma opinião dia sim, dia não, ou pelo menos uma por semana, mas prometo que tentarei manter o blogue o mais activo possível e não o deixar tanto tempo sem novidades, como tem acontecido nos últimos meses. Obrigada novamente por todo o apoio e por termos alcançado mais de 500 fãs no Facebook. Vocês são realmente fantásticos e com tantas ausências nos últimos tempos da minha parte, ainda maior é a minha gratidão por continuarem desse lado.

Agora sem mais delongas, a TAG elegida é “A Tua Vida em Livros” que encontrei no blogue da Patrícia, Chaise Longue, e que foi originalmente criada pelo blogue Dani on Books.

1 – Encontra um livro para cada uma das tuas iniciais:


Ana (“Amor & Enganos”) Rita (“Rosa Selvagem”) Ferreira (“Filha do Sangue”) Ribeiro (“Rumores”)

2 – Conta a tua idade ao longo da tua estante. Qual é o livro?



Tenho 22 anos e o livro escolhido foi “A Águia e os Lobos” de Simon Scarrow.

3 – Escolhe um livro que se passe na tua cidade/país.



“Os Maias” de Eça de Queirós, que se passa em Portugal e na cidade onde estudo, Lisboa. A edição que se encontra na imagem é a que possuo, em capa dura.

4 – Escolhe um livro que represente o teu destino ideal para viajares.



As minhas férias de sonho seriam em Itália, mas de momento não tenho nenhum livro que se passe no país, pelo que escolho “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen que se passa em Inglaterra, outro local que adorava conhecer.

5 – Escolhe um livro da tua cor preferida.



A minha cor preferida é o azul e escolho "Pensa num núm3ro" de John Verdon, que é um livro fantástico.

6 – Que livro te traz as melhores recordações.



Recentemente, o livro que me traz melhores recordações é “Viver Depois de Ti” de Jojo Moyes, que contém tudo aquilo que aprecio num livro. Se ainda não leram, têm de ler. :P

7 – Qual o livro que te custou mais ler.



Amor Perfeito” de Nuno Nogueira Silva, demorei mais de um mês a ler a primeira metade deste livro, o que para um livro que nem 150 páginas tem, é dizer muito... 

8 – Com que livro te sentiste enganada quando o leste.



“A Cabana” de Wm. Paul Young porque quando saiu foi um livro com uma aceitação fantástica e que não me preencheu de todo as medidas, pela sua componente religiosa e fantasiosa.


Boa semana e boas leituras. :)